Conheça as formas de prazer sexual mais incomuns

Normalmente o prazer sexual começa quando se há um desejo, seja por uma pessoa ou alguma fantasia.

Em muitas ocasiões, o prazer sexual esta relacionado a sentimentos, como a paixão. Por isso, a masturbação é uma forma de prazer sexual tão comum, quando alguém se toca pensando em alguém que gosta ou se masturba assistindo um filme erótico, são consideradas formas de prazer sexual.

O corpo pode se excitar quando é estimulado por toques ou massagens. Existem diversas formas e fases de excitação, e quando o nível desta excitação transborda, faz com que você atinja o orgasmo, mesmo que não esteja em uma relação sexual à dois.

Alguns locais onde a excitação acaba sendo mais elevada que as demais são chamadas de zonas erógenas. Estas partes do corpo são consideradas “gatilhos de prazer” locais onde o prazer e a excitação sexual são mais agudos.

Alguns locais mais famosos por estar terminações nervosas são:

Em ambos os sexos

  • Nádegas
  • Ânus
  • Parte interna das coxas
  • Mamilos
  • Boca
  • Pescoço
  • Rosto
  • E outras menos comuns, como: Mãos, pés, dedos, partes do braço, ombros, costas, lóbulos da orelha, umbigo, abdômen etc.

Nas mulheres:

  • Vagina e clítoris
  • Seios
  • Peitoral

Nos homens:

  • Pênis
  • Testículos
  • Peitoral

Em meio a um mundo de infinidades de formas de atingir o prazer sexual, surgiram diferentes posições e práticas sexuais ao longo da história.

Nesse artigo, falaremos sobre as formas de prazer mais incomuns.

Parafilia – Prazer sexual fora da caixinha

A parafilia nada mais é do que uma forma de obter desejo, excitação e prazer sexual de modo incomum. Incomum aos olhos de quem enxerga de fora, é claro.

A parafilia não se trata de um novo tipo de doença sexual ou algum tipo de distúrbio mental. Mas sim sobre sentir prazer em práticas diferentes do usual, que nem sempre envolvem a relação sexual tradicional.

Algumas pessoas só conseguem chegar ao ápice de prazer com estas práticas, assim como tem alguns praticantes que as utilizam como forma de apimentar o ato sexual.

No primeiro caso, o ideal é que as pessoas procuram por ajuda profissional (que pode ser um terapeuta ou médico), caso essa prática esteja causando sofrimento ou possa prejudicar em atividades cotidianas.

Algumas destas práticas se tornam de certa forma engraçadas e bem curiosas, mas como diz o ditado: “Entre quatro paredes vale de tudo!”.

Com isso em mente, vamos descrever algumas formas de alcançar prazer sexual mais incomuns, e como elas funcionam:

Travestismo

Essa modalidade de parafilia é mais praticada por homens (embora também exista entre mulheres). Os homens praticantes de travestismo também são apelidados de “Cross Dressers”.

Os praticantes utilizam de roupas do sexo oposto (no caso de homens, eles se vestem com roupas femininas) para se excitar ou até mesmo para excitar seu parceiro ou parceira.

Embora muitos associem o travestismo ao mundo LGBT, não é necessariamente verdade. Essa modalidade de parafilia nada tem a ver com a orientação sexual.

Em alguns casos, a pessoa utiliza tais peças de roupas em sua vida cotidiana.

Flatofilia

É uma prática menos conhecida, mas que é mais comum entre os homens.

Trata-se de ter prazer ao sentir o odor de gases intestinais, seja ele de seu parceiro ou de qualquer outra pessoa, podendo ser durante a relação sexual ou não.

Espectrofilia

Nesta parafilia, a pessoa utiliza apenas sua imaginação, pois fantasia com a ideia de um fantasma ou um espectro para se excitar.

Pode ocorrer através de histórias de fantasma, filmes de terror e até mesmo o vislumbre de sombras nos espelhos.

Tesauromania

Esta já se trata de algo mais comum, embora comum não se refira a algo considerado como “normal” para a maioria das pessoas.

É onde a pessoa fica excitada ao ter peças íntimas de outras pessoas, como por exemplo, calcinhas usadas ou cuecas.

Na maioria das vezes quem pratica este ato opta por comprar essas peças de mulheres Camgirls, ou mesmo escolhem o furto no varal. Nesses casos, o autor do roubo a coleciona com um troféu que servirá para sua futura masturbação solitária.

Hirsutofilia

Trata-se de pessoas que preferem que seus parceiros estejam bem peludos. Há casos que o praticante de hirsutofilia prefere que haja muito pelo apenas nas partes intimas, principalmente na genital do parceiro.

Nesses casos, quanto mais pelo, mais excitação eles sentem.

Dacrilagnia

Nessa modalidade, as pessoas se sentem excitados em brigas ou em ver outras pessoas chorando.

Em alguns casos, o indivíduo pode até criar situações para que o mesmo ocorra, como gerar uma briga só para que possa selar a paz depois da desavença.

Podofilia

Esta prática de parafilia é uma das mais conhecidas e bem divulgadas. Contudo, por ser algo que a maioria não pratica, ela ainda é considerada “diferente”.

Na podofilia, a pessoa tem excitação pelos pés. Pode ser só em olhar, tocar, beijar. Ou mesmo, ver uma mulher calçando determinados tipos de sapatos, também chamado de retifismo.

A podofilia possui uma gama bem diversificada de opções: há podólatras (a maioria é do sexo masculino, vale frisar) que apreciam pés pequenos, outros gostam dos grandes, há os que preferem os com unhas curtas e bem cuidadas, os que ficam loucos com solas sujas e/ou suadas.

Os pés nem sempre participam da relação sexual. Aliás, muitas das vezes nem ocorre relação. O praticante sente tesão em apenas olhar ou tocar os pés.

Parafilias também podem ser crimes

Muitos tipos de parafilias não passam de fetiche ou não fazem nenhum tipo de mal ao praticante. Contudo, há algumas parafilias que ferem a moralidade e ética.

Estas parafilia é considerada psicopatologias, como por exemplo: a pedofilia e a necrofilia, que são consideradas crime.

Caso sinta desejo ou atrações por práticas assim, o ideal é que busque ajuda profissional imediatamente.

Infinidade de formas de prazer sexual

Portanto o prazer sexual é uma experiência vasta e bem ampla, que é definida pela interseção de infinitas experiências que incluem a sensação de excitação corporal por diversas vias sensoriais, plenitude, desinibição, exaltação, jogo erótico, suspensão e tensão sexual, experiência de imersão na outra pessoa, perda de controlo, entre outras.

Sendo assim não existe uma forma simples e comum de todos atingirem o seu ápice de prazer, cada um tem suas intimidades e preferências, logo basta você se conhecer e explorar esse vasto mundo do prazer sexual.

Sendo assim, acaba por se tornar claro que o prazer sexual tem diversas formas de se explorar e ser alcançado. Não havendo espaço para preconceitos nem discriminações pois o prazer é livre e não tem classe nem raça, sendo assim, liberte-se e desfrute descobrindo seu prazer.

Pimentinha Sex Shop

Empresa inovadora no ramo de sex shop virtual na região dos lagos - RJ com entrega em até 24h. Além disso, enviamos nossos produtos para todo o Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: